domingo, 6 de outubro de 2019

COM ORGULHO MUITO SEU!

É em plenos pulmões que canto este verso do nosso belo hino.

Quatro palavras que dizem quase tudo sobre ser do Benfica... 

As prestações na Europa têm sido fracas, por vezes horrível... Uma ou outra época razoável, lá no fundo da memória.

Penso que a direção está numa encruzilhada. O modelo formar/carimbo Benfica Seixal/vender é prejudicado pela fraca (recente) visibilidade europeia.

Sem grandes futurismos porque NUNCA se sabe o que vai acontecer amanhã, gostava que a pausa pudesse dar ânimo ao plantel e que voltassem a jogar com mais garra e ambição. 

Cá estaremos, até o fim, sempre com a esperança de que vai correr bem.

Para a próxima época gostava que a Direção tivesse a competência para aumentar os custos com pessoal até perto do limite das boas práticas. Investir em qualidade garantida. Craques... A malta gosta de craques! Gosto de ver o Benfica jogar à bola! E que Lage não vacile este ano para não haver dúvidas que é o homem certo para pôr a equipa a jogar p’ra cima deles.

Tem-nos sido dito que o objetivo agora alcançado, de ter capitais próprios superiores ao capital social, seria um marco de extrema importância para a estratégia em curso. Foi assumido que aconteceu mais cedo do que o esperado, o que diz bem dos excelentes resultados financeiros dos últimos 5 anos.

Ora só posso confiar que será finalmente a altura em que o Presidente vai decidir investir forte...

E já agora, não menos importante, que reflita novamente sobre o seu comportamento na última Assembleia Geral e por favor se retrate. Mesmo que se sinta muito ofendido, injustiçado... Que o faça para o bem do Benfica.

Deixo só um último pedido: não me machuque o orgulho muito meu. O tempo está a passar...

Benfica!


7 comentários:

  1. Investir forte é manter a garotada que por lá anda. Semear para colher frutos. Hoje são bons amanhã serão melhores, e mais experientes. Vender pouco e só quando não houver hipótese de os manter. É essa a ideia, que uns compreendem e outros não, e muitos deles não querem perceber, também porque há outros interesses.

    ResponderEliminar
  2. Caro Companheiro Jaime,
    Para sermos rigorosos, há que quantificar essa margem para progressão salarial que ainda temos ...
    Com 100M€/ano de Custos com Pessoal, estamos a 20M€ de atingir o limite máximo de 70% dos PO (Proveitos Operacionais sem Operações com Passes de Atletas) recomendado pela ECA.
    Curiosamente e imaginando que, neste último exercício, em vez dos 100M€ reais tínhamos tido os tais 120M€ de Custos com Pessoal (ceteris paribus), o exercício teria terminado quase sem "Lucro".
    Ou seja, podemos afirmar que o CA da Nossa SAD ainda tem uma margem de cerca de 20M€ para progressão salarial e, assim, damos essa hipótese como provada.
    Considerando o rácio de 50% entre salário líquido e salário bruto, em termos conservadores, essa margem concretiza-se em 10M€ de salários líquidos, um montante que vai ter de ser repartido entre as renovações (+) novas aquisições (-) saídas do Plantel (= 10M€ de salários anuais líquidos).
    Se estiveres de acordo, eu sugiro que comeces por agradecer pela performance da Nossa Gestão e, depois, efabula à tua vontade sobre como vais "aplicar" os tais 10M€ de salários líquidos anuais.

    Viva o Benfica!
    (José Albuquerque)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro José,

      Obrigado pelo rigor do comentário.

      Quanto à sugestão, penso que ficou clara a minha satisfação pela performance da nossa gestão financeira. "Excelente" não é um adjectivo de somenos.

      Por outro lado, não tenho conhecimentos de gestão que me permitam ir muito além do que já disse. Tento apenas estar bem informado e contribuir da melhor forma possível e aberto a outras opiniões, se educadas e sustentadas. Não pretendo substituir-me à direcção/administração da SAD. Eles saberão (ou devem saber) melhor que ninguém o que fazer e como fazer já que têm todos os dados à sua disposição...

      Entendo o valor de 10M€, sendo que estes poderiam ser aplicados em 1/2 jogadores craques (que poderiam depois não jogar um charuto, mas isso é outra conversa). E isto não me parece nenhuma fábula...

      Por outro lado, penso haver margem (não muita, por agora) para aumentar essa capacidade, por via da melhoria dos proveitos operacionais sem transferências. A redução da massa salarial por via da saída dos quadros de atletas com altos salários que não acrescentam valor (desportivo e/ou financeiro).

      Finalmente, penso que o exercício em curso, não será a melhor referência, tendo em conta as transferencias de propriedade do Estádio e BTV e a extraordinária receita da transferência do João Félix. Gostava de saber a sua opinião sobre esta temática.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    2. Meu Caro Jaime, Companheiro,
      Antes de mais, as minhas desculpas pela confusão que provoquei com o verbo "efabular": garanto-te que não tinha a menor má intenção, uma vez que acredito que, Nós, TODOS UM, que torcemos por fora, pouco mais podemos fazer do que isso ... efabular, ahahah.
      Quanto à questão que me colocaste, nota que a transição da Catedral e da BTV para o Clube não teve impacto significativo nas "Contas" da Nossa SAD (nem creio que o venha a ter nos próximos exercícios, a não ser na medida em que a Direção tente baixar os Proveitos da SAD (com a Situação Líquida positiva, vamos pagar em sede de IRC), favorecendo os do Clube.
      Quanto à transferência do JF, ela só "entrou" em 1 de julho, pelo que ainda não influenciou este "R&C".
      Acredita que o meu comentário inicial se deveu ao facto combinado de concordar, no geral, com o teu apelo ao Presidente (o tal "investir forte"), mas, em consciência, querer alertar os teus Leitores para o que é que isso significa concretamente, em números.
      E o teu (e meu) desejo de "... redução da massa salarial por via da saída dos quadros de atletas com altos salários que não acrescentam valor (desportivo e/ou financeiro)" é, como bem sabemos, algo que depende mais de terceiros (Atletas e eventuais compradores), do que da Nossa SAD.
      Na minha humilde opinião, uma oportunidade de mercado (tipo Aimar ou Saviola), ou um eventual "regresso emblemático" (tipo Nico ou David Luiz), serão as Nossas únicas hipóteses de "investir forte" (em salários), se não quisermos interromper a atual política de renovações para "reter talento", como parece ser o exemplo do Grimaldo.

      Viva o Benfica!
      (José Albuquerque)

      Eliminar
  3. Caro José,

    Não tem desculpas a pedir. Não me senti ofendido mas sim desafiado. :)

    (Desabafo: o muro digital tirou-me a vontade de escrever. É sempre bom econtrar alguém sensato. Obrigado)

    Pouco mais podemos fazer, mas este pouquinho já dá tanto gozo...

    Mais ao detalhe, ou estou redondamente enganado, ou a aquisição das SA do Estádio e Televisão só se tornou efectiva a 1 de Julho, não estando refletida no último R&C conhecido, pois o periodo termina em 30 de Junho.

    Ainda não consegui perceber qual será o impacto nas contas da SAD mas admito vários cenários, claro. Por exemplo, e é uma pergunta de um leigo, Os capitais próprios vão se manter? Os 99 Milhões vão ser pagos em 25 anos (de cabeça 4-5M/ano). Este valor conta para os capitais próprios? Perguntas eventualmente básicas.... eheheh

    É bem visto que a redução salarial depende de terceiros. É esperar para ver.

    A tua descrição de "investir forte" é mais do que suficiente para começar... Confiança total no Lage e carregar dentro de campo. Nós, cá fora, temos de fazer o resto.

    Não quero parecer simplista, mas é que não tem nada que enganar!

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  4. Bom post.

    Já está mais do que na hora de se inverter o ciclo de desinvestimento desportivo, que já dura desde a última época de JJ, 2014/2015...

    O Benfica nunca foi só para consumo interno. Nunca. Até na segunda metade dos anos 90 tivemos algumas vitórias decentes na Europa!...vejo o Benfica há 40 anos e nunca nos vi entrar tão tolhidos nos jogos europeus. Avançamos para os jogos como os condenados avançam para o cadafalso - jogadores, mas também adeptos...pura e simplesmente inaceitável!

    ResponderEliminar